Células

18/09/2018 - O poder da oração no Tabernáculo

ESTUDO DA CÉLULA

 

 

 O Poder da oração no Tabernáculo

 

Pra. Zilda Silva Borges

 

 

18 de Setembro de 2018.

 

  RESUMO DA MENSAGEM

 

Texto: A oração é a chave para se construir uma personalidade cristã. A oração é a oração para se construir um lar feliz. E a oração é também a chave para um grande avivamento. O modelo da oração no Tabenáculo é eficaz e nos capacita com poder, conhecimento e revelação da glória de Deus. Quando os israelitas estavam no deserto, conduzidos por Moisés, Deus pediu que ele construísse o Tabernáculo, que ele viu no Monte Sinai. Quando ele o construiu, Deus ordenou que todo israelita viesse e O adorasse apenas no Tabernáculo. No Tabernáculo Deus habitava e se reunia com o povo.

Olhando para o Tabernáculo, vemos muitas coisas pelas quais eles adoravam a Deus. Porém, hoje não temos mais um Tabernáculo, a Bíblia diz que nós somos o templo do Espírito Santo. Nosso espírito é uma alegoria do Santo dos santos, nossa mente é uma alegoria do Lugar Santo, e nosso corpo é uma alegoria do Pátio. Então, nós somos o templo do Espírito Santo. Não precisamos ir para o deserto encontrar o Tabernáculo. Não precisamos ir a Jerusalém encontrar o templo de Salomão. Você é o Tabernáculo, onde Deus habita. Deus manifesta a Sua glória através do seu ser. Como o sumo-sacerdote e os sacerdotes adoravam a Deus no Tabernáculo, vocês são agora os sacerdotes diante do Senhor. Não precisamos adorar a Deus através de um representante, podemos adorar diretamente através do templo do nosso corpo.

Todos os dias na oração da manhã, na minha imaginação, eu chego ao Pátio, e à medida que adentro o Pátio, eu encontro o Altar de Bronze. Nele, os israelitas ofereciam a oferta pelo pecado, oferta pela culpa, oferta queimada, oferta pacífica e holocausto, assim por diante. Todas essas ofertas representam o Senhor Jesus sacrificado na cruz do Calvário. Então, na imaginação, podemos nos achegar ao altar de bronze da cruz do Calvário e ver Jesus e a graça redentora fluindo do Calvário, podemos olhar para Jesus e falar (todos da célula devem repetir a oração):

- Jesus eu recebo o seu  sacrifício; pelo seu sangue derramado, meu pecado foi perdoado e fui declarado justo, e posso agora desfrutar da glória de Deus. Querido Jesus, pelo Teu sangue venceste o mundo e o Diabo e agora, pelo sangue, posso ter santificação e a plenitude do Espírito Santo. Eu clamo pela santificação e pela plenitude do Espírito Santo através do sangue. Então, eu olho mais uma vez para o Cristo pendurado e digo: - Querido Jesus, Tu levaste as minhas enfermidades e as minhas doenças. A Bíblia diz ‘Pelas suas pisaduras fomos sarados’. Então eu estou curado! Há dois mil anos, legalmente falando, eu fui curado pelo Teu sacrifício. E as enfermidades são ilegais, uma vez que Jesus já pagou o preço pela cura. Então eu clamo pela cura.”

Sabe, muita gente só ora pela cura quando estão doentes. Mas se você orar antes de ficar doente, você nunca ficará doente. Então eu digo: - Oh, Deus, eu clamo pela cura. Que a cura divina venha através de mim para que eu não fique doente. Olhe novamente para a cruz e veja a redenção da maldição. Em Gálatas 3:13 a Bíblia claramente diz que Cristo nos resgatou da maldição da Lei, se tornando maldição por nós, porque está escrito: - Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; para que aos gentios viessem a bênção de Abraão...”

Então diga:(Todos repitam)

 “Deus, eu sou uma pessoa abençoada. Eu nunca viverei em um campo de espinhos. Jesus tirou a maldição há 2 mil anos. Não estou debaixo da maldição da Lei, mas debaixo da bênção do Senhor Jesus.” Então eu digo: - Deus, eu sou abençoado pessoalmente, meu lar é abençoado, meu ministério é abençoado, meu trabalho é abençoado e eu sou uma fonte de bênçãos para outras pessoas. Eu me alegro e rejeito toda consciência de pobreza. Tantas pessoas não tem sucesso porque vivem com a consciência de pobreza. Inconscientemente, são controladas pela consciência de pobreza, mas eu me livro disso tudo enquanto adoro a Jesus. Jesus, eu fui completamente remido da maldição e da pobreza, pois a bíblia diz em 2 Co 8:9 “Pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre, para que pela sua pobreza fôssemos enriquecidos.”

Você foi resgatado da pobreza. Jesus me resgatou da maldição da pobreza! A sua mente está ofuscada pela consciência da maldição e da pobreza, e do fracasso. É necessário mudar a sua consciência para a mente de Cristo ou a  sua vida vai ficar toda cheia de maldição e pobreza.

Eu olho pra Jesus e digo: (Todos repitam)

“Jesus, pelo Teu sangue eu fui remido da morte e do inferno. Pela Tua morte eu morri; pela Tua ressurreição eu ressuscitei. E pela Tua ascensão eu fui elevado à direita de Deus.”

Então diga: (Todos repitam)

“Deus, eu te amo e fui ressuscitado juntamente contigo e estou assentado à direita de Deus agora mesmo! Quando eu sair desse corpo, em um milésimo de segundo estarei à direita do Pai, através de Jesus Cristo. E eu adoro Jesus, olhando para sua cruz, o nosso altar de bronze, e vejo a graça redentora fluindo para mim, me tornando justo, santo, curado, abençoado e ressurreto. Então, ao repetir essa oração, eu renovo minha mente. Pois quando eu vivia como uma velha criatura, minha mente era entupida pela maldição. Eu não tinha consciência do pecado, da doença, da enfermidade, da derrota e da morte... Minha mente estava totalmente devastada pelo Diabo e pelo pecado. Mas através de Jesus eu sou nova criatura, “Aquele que está em cristo, nova criatura é; as coisas velhas se passaram, eis que tudo se fez novo”. Então eu renovo a minha mente, adorando Jesus, me ajoelhando diante dele, olhando para cruz. Com essa oração eu fortaleço a minha fé, eu fico forte. E digo: Sou justo em Jesus. Sou justo! Sou santo! Santificado! Não tenho nada a ver com as coisas imundas desse mundo. Pelas Suas pisaduras eu fui sarado. Sou curado, não sou controlado pela enfermidade. Eu sou uma pessoa abençoada. Deus está derramando sua bênção abundante sobre minha vida. E eu já ressuscitei com Cristo pela fé. E a glória de Deus é minha. Com essa parte de adoração eu fortaleço a minha fé e também ilumino a minha visão. Através da cruz eu vejo o meu novo eu claramente. Eu me vejo nessa visão, a nova criatura em Jesus Cristo. “Este sou eu”. Então, eu formo a minha identidade em Jesus.

 

 

COLOQUE EM DISCUSSÃO

  1. Quem é você em Jesus? (respostas variadas)

 

CONCLUSÃO

Utilizando o que aprendemos hoje, não temos nenhuma crise, porque pelo sangue de Jesus fomos transportados do pecado para a justiça. Fomos transportados do mundo e do Diabo para o Espírito Santo, para o Trono de Deus. Fomos transportados da enfermidade e da doença para a saúde e para a cura. Transportados da pobreza e da maldição para as bênçãos e para a bênção de Abraão. E temos uma tremenda experiência na Glória. Nós não temos crise de identidade, pois devemos ter uma identidade clara em nossa mente a todo instante e o que vier contra a sua identidade deve ser repreendido e expulso. Muitos estão tão confusos que aceitam tudo que vem sobre eles. Quando o Diabo vier entregar um embrulho enganoso, você tem que comparar com a sua nova identidade, e se não conferir com a sua identidade, você tem que dizer: “Diabo, saia do meu caminho com o seu embrulho!” Nunca saia assinando a entrega. Irmãos, quando o diabo entrega os embrulhos antigos as pessoas assinam e ainda dizem “obrigada seu Diabo! Tchau.” Então, todos os dias eu renovo a minha mente, e todos os dias eu fortaleço a minha fé e clareio a minha visão e afirmo minha nova identidade quando me ajoelho diante do altar de bronze, a cruz de Jesus Cristo. E quando eu vejo o Seu sacrifício e o sangue, eu agradeço a Jesus e O adoro. E você pode passar 30 minutos a 1 hora assim, apenas ajoelhado, meditando sobre essa linda, maravilhosa bênção. Isso vai mudar todo o seu ânimo. Quando eu termino a oração, eu me sinto tão elevado que tenho vontade de pular e dançar. Shalom.